Aculturação digital: para onde caminha o universo empresarial?

Agência Noise > blog noise  > Aculturação digital: para onde caminha o universo empresarial?

Aculturação digital: para onde caminha o universo empresarial?

A primeira Revolução Industrial foi um conjunto de mudanças ocorridas na Europa de 1760 a 1840, que tiveram como principal resultado a substituição do trabalho artesanal pela produção com máquinas. Desde que essa mudança ocorreu, passamos por outras revoluções em nossos processos de trabalho que tornaram natural o trabalho como conhecemos hoje: apoiado em computadores, girando em torno da internet, diminuindo a distância, e aumentando a segurança e os melhores resultados. Uma nova mudança está passando diante de nossos olhos e se você, empresário, piscar, pode ficar para trás. A aculturação digital é uma questão de sobrevivência.

 

Mas o que é aculturação digital?

 

O termo aculturação vem da antropologia e representa uma imposição cultural, na qual culturas são absorvidas em um meio, neste caso o empresarial/industrial. A cultura digital está sendo adotada pelas empresas como uma forma de otimizar processos e ganhos, substituindo assim, a cultura analógica na qual as empresas viviam.

 

A revolução na cultura digital das empresas é algo que surge a partir do conceito da Indústria 4.0, que traz inovações como uso da Inteligência Artificial (IA), Internet das Coisas (IoT), Big Data, Cloud Computing e Analytics, entre outras. Cada uma dessas tecnologias tem a capacidade de mudar – para melhor e drasticamente – a forma como trabalhamos.

 

Imagine, por exemplo, uma mineradora que utiliza caminhões para transportar minérios. Ao conectar os veículos com a IoT é possível operar os caminhões em locais de difícil acesso sem a presença humana, com controle à distância e com segurança. Os dados gerados no caminhão são processados pela Inteligência Artificial e Big Data, podendo antecipar problemas desde desgaste dos pneus até áreas sobrecarregadas do veículo que podem gerar uma parada não programada, o que influenciaria negativamente na produção e nos resultados da empresa. Agora o desafio é esse: como esse cenário de inovação pode se adequar ao seu negócio?

 

Liderança de mercado

 

O estudo “SAP Digital Transformation Executive Study: 4 ways leaders set themselves apart” (Estudo Executivo sobre Transformação Digital realizado pela SAP: 4 práticas que diferenciam os líderes de mercado), realizado pelo centro de negócios da SAP em parceria com a Universidade de Oxford com 3.100 empresas, revela que 100 dessas principais empresas, consideradas líderes, conseguiram mudar seu modelo mental e alcançaram o sucesso com a tecnologia.

 

“Essas 100 principais empresas veem os negócios diferente do restante, e elas fazem escolhas distintas. Por exemplo, elas aumentaram o investimento em conhecimento digital e em tecnologias para fomentar a transformação”, diz trecho do estudo.

 

De acordo com a pesquisa, tradicionalmente empresas que enfrentam escassez de talentos adotam o caminho mais fácil para compensar esse problema: buscando profissionais em outras companhias. No entanto, uma outra realidade se mostra possível. Empresas que investem em transformação digital planejam atualizar os conhecimentos dos seus empregados, com o objetivo de que eles obtenham habilidades digitais e não deixem a companhia.

 

Apesar desse aspecto ser comum às empresas que passam pelo processo de transformação digital, as 100 empresas líderes do levantamento vão além. Elas gastam mais dinheiro para treinar seus funcionários e também investem na contratação de profissionais, assim como criam cargos, condizentes à nova realidade, para guiarem a transformação digital. Para 71% das empresas líderes, a transformação digital ajuda na atração e retenção de talentos. As principais companhias também são cinco vezes mais propensas que as demais a dizer que a transformação digital mudou a forma de gestão de seus trabalhadores e duas vezes mais propensas a manter essa mentalidade no futuro.

 

E quais apostas tomar para o meu negócio?

 

Claro, cada investimento tem suas particularidades e retornos, mas os líderes de mercado apresentam um caminho. O aporte em Big Data e Analytics é quase uma unanimidade, em que 94% das principais empresas investem, enquanto o percentual para as demais é de 60%; Internet das Coisas é a segunda tendência, com 76% das líderes apostando fichas, enquanto as demais do mercado representam 52%; Arquitetura bimodal e Machine Learning, com 62% e 50%, respectivamente, fecham as principais apostas das líderes em transformação digital.

 

Introduzir a tecnologia nas empresas e adaptar-se a novos processos deve ser uma decisão dos gestores da companhia, mas o processo de transformação precisa ser abraçado por todos que a fazem girar. A comunicação, o discurso e a forma como isso é passado do topo à base da empresa – e inclusive o processo de externar essa decisão ao mercado – é parte essencial desse processo.

 

Entre em contato e saiba como a Noise pode ajudar a sua empresa a consolidar um posicionamento de cultura digital.

No Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website