SEO e a importância das palavras-chave

Agência Noise > blog noise  > SEO e a importância das palavras-chave

SEO e a importância das palavras-chave

Se tem três letrinhas que fazem parte da vida de qualquer profissional de marketing digital são SEO. Search Engine Optimization ou otimização de sites é um conjunto de diversas técnicas que, aplicadas, interferem no ranqueamento orgânico das páginas de um site dentro dos mecanismos de busca.

 

O mais conhecido, certamente, é o Google. Mas não se esqueça que existem outros como o Bing, o Yahoo e o líder no mercado chinês, Baidu.

 

Resumindo: quanto mais bem trabalhado é o SEO das páginas do seu site, maiores são as chances delas terem um ranqueamento elevado nas ferramentas de busca. Resultado: você aparecerá nas primeiras posições e as pessoas vão te encontrar mais fácil.

 

QUAIS FATORES INFLUENCIAM O SEO?

 

Diversas variáveis podem afetar o SEO de uma página web. Desde a velocidade que o site carrega, se é reponsivo para dispositivos móveis até quantos links externos direcionam para essa página.

 

E tem mais: esses fatores variam com frequência. E quem define quais são eles? As próprias ferramentas de busca. O Google especificamente possui um algoritmo secreto que, a partir de uma série de análises (muitas delas desconhecidas) determina os conteúdos que devem estar no topo da lista para uma determinada pesquisa.

 

Portanto, é um trabalho contínuo (e longo) de otimização para garantir a posição conquistada ou alcançar novos patamares.

 

CONTEÚDO COMO ALIADO DO SEO

 

Praticamente toda estratégia de SEO gira em torno das palavras-chave. São elas que motivam as buscas e é por elas que o marketing de conteúdo das empresas deve trabalhar.

 

É por isso que um SEO bem feito precisa começar com um estudo aprofundado de palavras-chave que façam sentido para o negócio. Que estejam diretamente ligadas ao seu mercado-alvo e à audiência que se quer atingir.

 

O que o público-alvo quer saber? Quais são suas principais dúvidas? Suas intenções? Suas dores? E principalmente: qual combinação de palavras esse público coloca no campo de busca para obter informações que levem ao produto ou serviço que você oferece ao mercado?

 

Responder a todas essas perguntas não é simples (nem intuitivo). Exige pesquisa. Muita pesquisa. Afinal, são essas palavras que serão a base da sua estratégia de marketing de conteúdo. Por isso, devem ser muito bem selecionadas.

 

Também é por meio dessa análise aprofundada que sua empresa irá tomar algumas decisões importantes como, por exemplo, quais palavras-chave valerá a pena atacar (e quais já estão extremamente saturadas e concorridas) e como fazer isso. E mais importante ainda: quais conteúdos envolvendo essas palavras serão úteis para os visitantes que sua página quer atrair.

 

Não precisa nem dizer que na próxima etapa é preciso caprichar na produção de um conteúdo relevante e inédito que efetivamente atenda às necessidades do leitor, certo?

 

COMO FAZER UM BOM ESTUDO DE PALAVRAS-CHAVE

 

Primeiro de tudo: conhecer seu público-alvo. Se você não souber com quem vai falar, fica difícil saber o que dizer, não é mesmo? A chance do seu conteúdo simplesmente não interessar é grande. Maior ainda é a probabilidade das palavras-chave não serem corretas.

 

Conhecido o interlocutor e o que ele busca (o que quer encontrar na web) é hora de delimitar as head keywords, as palavras-chave principais para o seu negócio. É a partir delas que vão derivar as demais.

 

Existem várias técnicas para fazer isso, mas para potencializar o seu tempo, listamos abaixo algumas ferramentas que podem tornar esse trabalho mais rápido e direcionado.

 

  1. KWFinder
  2. SEMRush
  3. AhRefs
  4. Keyword Tool.io
  5. Answerthepublic

 

A maioria dessas plataformas possui uma versão gratuita para que você possa testar as funcionalidades. Para ter acesso a recursos mais avançados, será preciso fazer o upgrade para uma versão paga.

 

Além de selecionar as palavras-chave propriamente ditas, outras duas informações precisam ser coletadas: volume de busca e dificuldade. E por que isso?

 

Porque você pode descobrir, por exemplo, que a palavra-chave que você estava trabalhando é tão concorrida que, para alcançar um ranqueamento alto, seriam necessários muito tempo e recursos. No entanto, pode haver uma combinação que tenha um volume de buscas interessante, mas uma taxa de dificuldade menor.

 

Sua estratégia então poderia mudar em busca de um resultado mais rápido. Para ter uma visão clara, faça uma tabela com os campos abaixo.

Sem palavras-chave bem definidas, seu conteúdo dificilmente atingirá os resultados que seu negócio espera. Isso porque os seus esforços de produção serão pulverizados e não trabalharão em prol dos resultados do negócio.

 

Vamos parar por aqui porque esse assunto é infinito e vale mais uma centena de posts. Continue acompanhando nosso blog para saber mais.

 

 

No Comments

Post a Comment

Comment
Name
Email
Website